Geladeira solar permite estoque de alimentos em áreas sem energia elétrica

Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


 

De Olhar Digital

 

 

Desenvolvido por empresa brasileira, equipamento é usado em países africanos em que mais de 600 milhões de pessoas vivem sem eletricidade.

 

 

Um projeto de uma empresa brasileira está ajudando a melhorar a vida em uma região africana em que mais de 600 milhões de pessoas vivem sem acesso à rede elétrica. A Youmma desenvolveu uma geladeira movida a energia solar que permite que mesmo pessoas em regiões remotas do planeta consigam armazenar alimentos.

 

A geladeira da Youmma é, além de tudo, econômica, o que é ainda mais importante considerando a área do mundo em que está sendo usada. O sistema de resfriamento do equipamento de cem litros consome um quarto da energia exigida por uma geladeira tradicional, de acordo com a Nidec Global Appliance, dona da Youmma.

 

Com isso, uma bateria pequena carregada com energia solar acaba sendo o suficiente para fornecer uma maneira de guardar alimentos com segurança. A autonomia da bateria é alta: ela manter a geladeira funcionando por um dia e meio sem precisar de recarga.

 

Disponível atualmente em Uganda e Quênia, a Youmma diz já ter vendido 2 mil unidades da geladeira desde 2019. A maior parte dos clientes é formada por pequenos empresários, e André Morriesen, pesquisador e gerente de desenvolvimento da Nidec, acredita que o eletrodoméstico econômico pode mudar a vida de muita gente.

 

 

Pague enquanto usa

Para conseguir espalhar a geladeira pelos países africanos, a Youmma criou um modelo de pagamento via telefone celular que mantém o equipamento funcionando enquanto o cliente continua pagando – até que, depois de um tempo, a geladeira passa a ser dele e ele pode usá-la como quiser.

 

Reprodução

 

Atualmente, novos consumidores precisam fazer um depósito equivalente a US$ 100 dólares, e a partir daí serão descontados de US$ 1 a US$ 1,50 por pacotes que incluem o uso da energia, além de cobrir custos de instalação do painel solar.

 

O preço final depende de acordos feitos com a M-Kopa, uma empresa queniana de energia solar. Em média, as pessoas devem demorar 2 anos para conseguir pagar o equipamento e ficar com a geladeira indefinidamente.

 

Como o preço não é baixo o suficiente para a região, essas geladeiras solares estão sendo mais usadas por pequenos vendedores, que podem passar a armazenar alimentos e ampliar as vendas.

 

Vale lembrar que, além do custo, outro fator fundamental é a fonte de energia, já que a Youmma está comercializando o dispositivo em regiões com acesso limitado ou inexistente a redes de energia elétrica.

 

Além de Uganda e Quênia, a Youmma planeja expandir os serviços para outros países africanos, incluindo Nigéria, Tanzânia, Zâmbia, Costa do Marfim e Senegal.

Compartilhe a Verdade:


5 1 vote
Article Rating

Compartilhe a Verdade!

Victor Hugo B. de Melo

Entre com:




Subscribe
Notify of
7 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
Leonardo Moreira
13/09/2020 7:08 pm

Idéias cada vez mais geniais.
Luz P’ra Nós!

Xablau
13/09/2020 7:33 pm

Muito interessante essa geladeira.

Gustavo Borba
13/09/2020 11:28 pm

A vantagem é que em países africanos, o clima favorece bastante. Pelo visto, o equipamento desenvolvido por brasileiros é eficiente. Show! Luz p’ra nós!

khetelin oliveira
14/09/2020 11:59 am

Que legal. Luz p’ra nós!

Shirley 666
14/09/2020 4:14 pm

Feliz que a luz está brotando em todos os escuros dessa torus.
Luz p´ra nós!!

Bruna Sollara
14/09/2020 11:35 pm

Nossa que maravilha, ajudou mt pessoa
Luz p’ra nós!

Macauley Shivaya ''Mago''
17/09/2020 7:58 pm

Grande avanço! Luz para nós!

Next Post

Rússia condena política dos EUA de criar alianças contra a China, diz Lavrov

dom set 13 , 2020
Compartilhe a Verdade!Compartilhe a Verdade:   De SputnikNews.com     A Rússia não apoia a política dos Estados Unidos de criar alianças contra países terceiros, incluindo a China, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, neste domingo (13).     O chanceler russo comentou sobre o assunto […]

Siga-nos os bons

Ative o Sininho

Clique Aqui

Quem está online

Não há usuários online neste momento

Você:

Teus Téritos bônus

0 Téritos

Selo

300 Téritos

People who have earned this:

error

Seja caminho para a Verdade

7
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas